quinta-feira, 7 de julho de 2011

Cadê a parte de Deus???

Queridos, passamos essa semana este vídeo na igreja, o qual nos faz refletir, qual tem sido as nossas prioridades?

No Salmo 90:12 diz "Ensina-nos a contar os nossos dias para que o nosso coração alcance sabedoria."

Nossa vida é passageira, o nosso tempo, dinheiro e energia, acabam-se num piscar de olhos.

O tempo nunca sobra, a correria do dia a dia pode naturalmente pode consumir todo nosso dinheiro e energia juntos, e diante de cada manhã, pare pra pensar: Cadê a parte de Deus?

Para que o nosso coração alcance sabedoria, que a cada mês, cada ano que se passa, venhamos considerar:

- Tudo o que passei, me tornou mais paciente? Maduro? Sábio?
- Cresci, melhorei minha vida familiar, profissional, etc.?
- Cresci no meu conhecimento e comunhão com Deus?

Essas são algumas sugestões de perguntas (entre tantas outras), que nos ajudam a refletir na forma que tenho vivido, se estou me desenvolvendo, ou continuo acomodado com o que tenho e sou.

Mais uma vez... parafraseando este versículo do salmo 90:12 "Ensina-nos a contar os nossos dias, refletindo sobre cada atitude e direção a ser tomada, para que assim possamos usar nosso pouco tempo para conseguirmos a Tua sabedoria"




Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEMEANDO AMOR

SEMEANDO AMOR:


“E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem.”
(2 Tessalonicenses 3:13)



“Quem semeia amor às vezes colhe ódio e indiferença”.


Não significa que as sementes de amor produzem frutos como ódio e indiferença, as sementes dão fruto segundo a sua espécie. Então, como alguém que semeia amor pode colher ódio e/ou indiferença? Outros plantaram estas coisas e nem sempre colhemos o que plantamos.


Dá vontade de guardar as boas sementes do amor ou selecionar minuciosamente o solo em que as lançamos. Sim, isto é comum aos humanos.

É triste ver pessoas que receberam nosso amor e dedicação e retribuírem com indiferença e ódio. Porém, é ainda pior reter as sementes do amor.

Pense comigo, sementes de amor só podem produzir frutos de amor, independente de quem venha colher, o fruto será amor. Dependendo do solo em que é plantada uma semente pode produzir cem, sessenta, trinta por um, ou pode até morrer, mas se brotar produzirá frutos segundo a sua espécie, e é isto que importa.

Lições:

1ª) Se plantarmos amor, o mundo colherá amor e os seres humanos estão precisando de amor, mais do que qualquer outra coisa.

2ª) É uma alegria plantar a boa semente do amor, dá um sentimento indescritível fazer o bem, e devemos alegrar-se com o fato de plantar, independente da colheita, devemos saber que ela ocorrerá em algum momento e em algum lugar.

3ª) Quanto mais plantarmos, mais colheremos, se plantarmos sem muita expectativa de colher a colheita será uma experiência muito mais satisfatória.


Pr. Vítor Pelegrin.

Reflexões diárias para encher seu coração da Palavra de Deus!

Loading...